9 de abril de 2018

Recalculando a Rota


          Algumas vezes acho que deveríamos ter uma voz de GPS na mente avisando "Em 3 meses você irá se decepcionar, não crie expectativas", talvez esse recurso nos permitiria evitar alguns "recálculos de rota", mas "infelizmente"não viemos ao mundo com esse adicional de fábrica.
          O fato é que toda jornada vai ter altos e baixos, erros e acertos, e quanto mais acertos tivermos menos tempo precisaremos dedicar a consertar os erros. Já reparou como o sistema de GPS dá uma leve "bugada" quando precisa recalcular rotas? Isso acontece porque ele não estava programado pra tal situação e no meio do processo, precisa parar e recomeçar.
          Seria realmente incrível viver uma vida inteira com uma baixa, ou nenhuma, taxa de erros, mas se fosse assim, a nossa humanidade seria falha, porque é justamente reconhecer que erramos o fator essencial para nos tornarmos mais humanos.
          Às vezes fico imaginando quantas vezes na vida eu precisei redefinir minhas rotas e quanto tempo levei entre reconhecer o problema e agir na solução, e nessas imaginações lembro de situações em que isso aconteceu rapidamente e de outras em que eu não queria ter que voltar atrás pra seguir em frente, é muito doloroso fazer isso quando não se quer.
          Ao contrário do que se parece, nem toda rota está de fato errada, mas em alguns caminhos encontramos barreiras consideráveis, como acontece quando uma ponte quebra, pedras rolam para a pista, enchentes alagam as vias, enfim, catástrofes que não podemos prever ou controlar, e entra então o contornar, ou seja, encontrar em volta um novo caminho para o mesmo destino, vai cansar um pouco mais, no entanto, vamos alcançar esse destino antes do "permitido" pelo obstáculo que surgiu.
          Mas o que precisamos entender desse texto é que párar e esperar as coisas se resolvam sozinhas vai nos consumir um tempo que poderia ser bem melhor utilizado se nós movimentássemos os pés um passo após o outro e não cruzássemos os braços à espera de um "milagre".


Recalcule suas próprias rotas quantas vezes for preciso, mas não deixe que seu destino fique distante a ponto de você perdê-lo de vista.